ANÚNCIO

É inacreditável que algo assim possa acontecer: uma pit bull foi encontrada enfiada dentro de uma mala e deixada num caixote de lixo nas ruas de Santa Cruz de Tenerife, em Espanha. Felizmente, a cadela conseguiu morder a mala e abrir um buraco para respirar, conseguindo assim sobreviver até os seu salvadores a encontrarem a tempo. Se a ajuda tivesse chegado 20 minutos depois, a pobre cadela teria ido parar ao depósito do lixo e, provavelmente, nunca ter sido descoberta. Só o fato dela estar viva já é um milagre, por isso, ela recebeu o nome de “Milagros”, que significa milagre em português.

cadela-presa-dentro-mala-1

ANÚNCIO

Quando os salvadores chegaram ao local, imediatamente cortaram um buraco maior na mala para a cadelinha enfiar a cabeça e respirar melhor. Esse primeiro passo foi importante, porque eles sabiam que iria levar um pouco mais de tempo para conseguirem abrir a mala. Quando a cadela foi finalmente libertada, descobriram várias feridas de mordidas pelo corpo todo.

Milagros foi levada para um veterinário e, desde então, já se recuperou completamente das lesões. Apesar de todo o sofrimento, ela está lentamente a aprender a confiar nos humanos novamente, o que é impressionante, considerando o quanto ela foi maltratada por seu antigo dono. Ela ainda está um pouco hesitante, mas está a melhorar a cada dia.

cadela-presa-dentro-mala-2

ANÚNCIO

Este caso horrível de maus tratos contra o animal causou uma onda de indignação na imprensa espanhola, o que pelo menos já é algo positivo: muitas pessoas entraram em contacto com o abrigo de animais e quiseram adotar a Milagros. A polícia também levou o caso a sério e começou a procurar pelo dono da cadela.

cadela-presa-dentro-mala-3

A polícia acabou por conseguir encontrar o dono e parece que o caso não era tão sinistro quanto aparentava ao princípio. Sérgio M.J. e a sua namorada estavam a cuidar da Milagros, a cadela que era da tia dele. Sérgio também tem um pit bull e os dois cães aparentemente não se davam bem. Sérgio deixava os dois em quartos separados quando não estava em casa para evitar confrontos. Mas, obviamente, os seus aparentes esforços não foram suficientes.

ANÚNCIO

Um dia, Sérgio chegou a casa e encontrou Milagros deitada no chão e a sangrar muito, com várias feridas. O pit bull dele também estava magoado, mas não era grave. Ao que parecia para Sérgio, a cadela que era de sua tia estava morta. Em pânico, Sérgio tentou ressuscitar a cadela mas não teve sucesso. Não sabendo mais o que fazer com a cadela, supostamente morta, ele colocou-a numa mala e a levou-a até ao caixote do lixo em frente à sua casa.

cadela-presa-dentro-mala-4

Aparentemente Sérgio não maltratou a cadela como se tinha pensado no início. Mas, mesmo que Milagros estivesse morta, por que é que ele se livrou do corpo dela de uma forma tão desrespeitosa? Uma pergunta que gostaríamos de ver Sérgio responder. Esta história mostra que mesmo que pensemos que um animal está morto, devemos sempre entrar em contacto com um veterinário para ter a certeza absoluta. Afinal, Milagros é a prova viva de que mesmo que pareça que não resta mais nada, alguns animais não desistem das suas vidas tão facilmente.

Você pode gostar: