Cadela cai em depressão ao ser furtada e perder seus filhotes enquanto não era devolvida à família

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Ter os seus filhotes arrancados brutalmente é uma experiência traumatizante, seja para uma mulher ou para um animal. A cachorrinha Pippa, da raça Cavalier King Charles Spaniel, de 3 anos, estava grávida quando foi roubada da sua casa, localizada em Taranaki, Nova Zelândia, na páscoa.

ANÚNCIO
Margaret Joyce

A família ficou devastada com o roubo e chegou a oferecer a recompensa de AU $ 2.500, o equivalente a R$ 10.929,33, e o caso acabou ganhando grande repercussão na mídia e na internet. 

Uma semana após o roubo, a família foi contatada pelos ladrões que disseram que queriam devolvê-la. Após a negociação, Pippa foi devolvida, mas não como a família esperava, pois ela estava sem os seus filhotes.

Margaret Joyce

Grávida de quatro cachorrinhos, Pippa acabou dando à luz aos filhotes que permaneceram sob a guarda dos ladrões, que a família imagina, tê-los vendido. Voltar para casa sem eles, foi devastador para a cachorrinha.

ANÚNCIO

“Estamos felizes [por ter Pippa de volta]. Mas ainda estamos preocupados com a saúde dela e com o trauma que ela está passando, e como isso vai afetá-la (…) é realmente impensável e nojento o que esses ladrões fizeram. Pobre Pippa, ela ficará deprimida sem os cachorrinhos ao seu lado”, disse a dona de Pippa, Margaret Joyce ao Stuff.

Margaret Joyce

A canina estava muito deprimida e teve que passar por uma transfusão de sangue, mas agora está se recuperando ao lado da família. Embora Margaret tenha a noção que os cachorrinhos foram furtados para fins financeiros, ela pede para os ladrões os devolverem, pelo bem-estar emocional da sua cachorrinha.

Rechear

“É implacável e triste. Se a pessoa que está com os filhotes vir esta postagem, POR FAVOR, devolva-os à Pippa ou aos veterinários para que possamos reuni-los. Eles podem morrer se não tiverem os cuidados maternos”, suplicou Margaret na mídia. 

Enquanto nenhuma nova informação sobre o paradeiro dos filhotes tenha surgido, a polícia local segue investigando o caso.