ANÚNCIO

Assim que foi admitida como voluntária do abrigo Norfolk SPCA, na Virgínia (EUA), a estudante Casey Lewis já queria adotar um cachorro por lá, mas decidiu esperar o momento certo para isso.

Ao longo dos dias de trabalho, ela conviveu com centenas de cães e pôde se conectar a cada um deles de maneira única. Eventualmente, Casey se apaixonou por JJ (Jay Jay) e resolveu levá-lo para casa.

ANÚNCIO

“Foi amor à primeira vista, e ele voltou para casa comigo naquele dia… o abrigo ainda conta nossa história”, disse a jovem.

Leia também: Mulher humilde alimenta dezenas de cães de rua todos os dias desde o início da pandemia

ANÚNCIO

A adoção foi oficializada há três anos – como o tempo passa voando! – e desde então Casey e JJ estão muito feliz juntos, apesar de todas as encrencas que o cão costuma se meter. Ele tem opiniões muito fortes sobre tudo e adora entrar em coisas que não deveria.

“No ano passado, ele destruiu seis caixas de lenços de papel, derrubou o portão […] e entrou na lata de lixo de aço operada por pedal… a limpeza levou mais de uma hora … Mas eu o amo e não o trocaria para qualquer coisa”, disse a mamãe coruja.

ANÚNCIO

No início deste mês, Casey teve que trabalhar, mas não conseguiu levar JJ para a creche canina naquele dia. Ela decidiu que ele ficaria bem em casa sozinho, e garantiu tudo o que pensou que ele poderia precisar. A jovem saiu para trabalhar com os dedos cruzados – e voltou para casa para descobrir que suas esperanças haviam sido em vão.

“O que eu encontrei quando cheguei em casa foi uma grande bagunça”, disse Casey. “Ele rasgou seis caixas de papelão em pedaços de vários tamanhos, desde os grandes até do tamanho de uma unha. Ele também destruiu o portão […]e conseguiu mover a torre de armazenamento que o segurava no lugar, e um grande pedaço havia se quebrado em um canto já quebrado do portão. Tive sorte que ele não decidiu destruir a lixeira também”.

JJ ficou orgulhoso e sorridente com a bagunça feita enquanto a pobre Casey arrumava tudo. Ele estava claramente tão animado para mostrar a sua mãe o projeto de arte que ele havia feito enquanto ela estava fora, e não poderia estar mais satisfeito consigo mesmo.

“Ele sempre se orgulha de suas bagunças”, brinca a dona. Para a grande consternação de JJ, Lewis limpou a bagunça que fez naquele dia, sabendo que haveria muito mais no futuro. JJ adora explorar e se expressar e, embora às vezes seja confuso, sua mãe não o aceitaria de outra maneira.

Você pode gostar: