Se ainda lhe resta dúvidas de que os cães são os melhores amigos dos seres humanos, eis aqui mais uma prova: conheça a história de Steve Mason, um cão idoso de 16 anos que deu sua própria vida para salvar aqueles que ele mais amava!

Abaixo você confere o relato completo de sua dona:

“Steve Mason foi o cachorro mais incrível que eu já conheci e meu melhor amigo dos últimos 16 anos.

E esta é a história de como ele morreu salvando minha vida. Mason era uma mistura das raças Husky, Labrador e Rottweiler, com orelhas incrivelmente fofas e aguçadas, e marcas no rosto que faziam parecer que ele estava sempre usando óculos do Harry Potter. Eu o adotei a partir de uma ninhada, porque enquanto todos os outros gritavam e brincavam, ele era o único que estava tranquilo, calmo.

Ele e eu tivemos muitas aventuras – atingimos o topo de mais montanhas do que posso me lembrar. Ele sempre tinha uma maneira de animar meus ouvidos, o que poderia me estimulava a continuar, tanto no topo de uma cordilheira ou da angústia que me fazia sentir confusa.

Leia também: Filhote abandonado em rodovia com perna quebrada é salvo pela mulher que o encontrou

Nos últimos dois anos, ele começou a mostrar sua idade. Sua audição e boa parte da visão o abandonaram, bem como seu senso de equilíbrio

Meu pior medo era que ele envelhecesse e ficasse tão enfermo que precisássemos sacrificá-lo. Sinceramente, não achei que seria capaz de passar pelo que tive que passar com outros cães. Ele era muito especial. Mas estava ficando tão velhinho.

No inverno daquele ano, eu tinha certeza de que tinha que compartilhar com ele o maior número possível de aventuras, pois sabia que nossos dias juntos estavam contados.

No dia 5 de março passado, ele e eu, com os três cães mais jovens da minha família, partimos para o que era para ser uma caminhada rápida em torno de nossa propriedade antes que eu precisasse ir trabalhar.

Estávamos a 1,6 km de casa em nossa trilha quando notei uma figura nos seguindo a cerca de 400 m.

Reconheci o lobo imediatamente. Eu não via um lobo naquela região há cerca de quinze anos, mas os lobos são tímidos e geralmente se escondem dos humanos, especialmente um com quatro cães. Tentando ser respeitoso, decidi voltar para casa, pensando em darmos espaço ao lobo para escapar e não pensar mais sobre isso.

Alguns minutos depois, o cachorro menor deu um latido e quando me virei, vi o lobo parado um metro e meio atrás de nós. Ele era enorme, alcançava a altura do meu quadril. Ele parecia assustado, mas determinado e acima de tudo, faminto.

Leia também: Cachorra que se perdeu do dono consegue encontrá-lo graças ao barulho de sua moto

Estávamos com problemas – e os próximos vinte minutos foram os mais terríveis da minha vida. O lobo atacou e meus cães lutavam para se defender até que finalmente prendeu o cachorro menor e Mason se lançou contra ele.

De repente, meu velho e frágil amigo parecia enorme, maior do que eu já tinha visto antes. Ele avançou sobre o lobo, mas o animal o agarrou pela garganta.

Acabou em uma fração de segundo. Eu nunca gritei tão alto. Eu queria matá-lo, mais isso só teria me matado também, e havia outros três cães que eu tinha que salvar. Ele estava morto, não haveria nada a fazer.

Este é o lobo. Esta foto foi tirada na manhã seguinte por alguns guardas. Embora tudo que eu quisesse no momento fosse matá-lo, ele realmente é uma das coisas mais bonitas que eu já vi. Eu não tenho ódio. Entendo que ele estava morrendo de fome e fez o que precisava para sobreviver. Acho que entrou em luta sabendo que poderia ser o único morto, e foi simplesmente a sorte a dele.

“Sinto falta de Mason como se houvesse um buraco no meu peito. Embora eu saiba que não havia mais nada que eu pudesse fazer, penso que falhei em salvá-lo. Mason partiu desse mundo como um raio, salvando minha vida e a vida dos três cães mais jovens. Ele era meu filhote, meu “urso pardo”, meu irmão, meu amigo, meu herói. Amo você, amigo. Adeus.”

Descanse em paz, Mason. Você nunca será esquecido.


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!