Cachorro exausto, a 200 quilômetros de distância da costa, é salvo por plataforma em alto mar | Portal do Animal

Cachorro exausto, a 200 quilômetros de distância da costa, é salvo por plataforma em alto mar

Ao passo que somos bombardeados por notícias ruins que acontecem ao redor do mundo todos os dias, também há muitas coisas boas e altruístas acontecendo por aí.

Noticiamos com frequência aqui no Portal do Animal dezenas de histórias de animais, especialmente cães e gatos, que foram resgatados das ruas e ganharam uma nova oportunidade de viver; centenas de pássaros salvos do mercado negro ilegal e até mais recentemente, um bode que seria sacrificado, mas que foi adotado por uma moça em Ubatuba (SP).

Histórias com finais felizes envolvendo os seres humanos não faltam, tampouco para com os animais.

Na Tailândia, um cachorrinho exausto foi encontrado nadando sem parar a quase 200 quilômetros da costa. Talvez, para ele, tudo estava perdido, mas uma equipe de homens que trabalhavam numa plataforma de perfuração de petróleo não tão distante dali, o avistou e o retirou do alto-mar.

Um dos funcionários da plataforma, Vitisak Payalaw, rapidamente pegou sua câmera e começou a capturar o que vira.

De acordo com o post que publicou em seu perfil do Facebook, Payalaw viu a cabeça do cachorro, única parte de seu corpo que não estava submersa, e ele estava nadando em direção à plataforma. Felizmente, era uma tarde bastante calma e as ondas estavam pequenas, caso contrário, eles não teriam sido capazes de vê-lo.

Os trabalhadores bolaram um plano para retirá-lo do mar à medida em que as ondas ficavam cada vez maiores e a noite se aproximava. Eles finalmente decidiram amarrar uma corda em volta dele e puxá-lo para dentro da plataforma.

O cachorro estava a quase 200 quilômetros de distância da costa, tornando quase impossível qualquer possibilidade de sobrevivência a longo prazo.

De acordo com Payalaw, quando o cachorro se agarrou ao poste, ele não fez nenhum barulho e estava absolutamente exausto.

Os homens acham que o cachorro pode ter caído de um barco de pesca ou saltado de um navio onde pode ter sofrido de algum tipo de abuso.

O cãozinho foi seco e alimentado pelos rapazes da petrolífera, e se sente bem melhor agora.

Ele permaneceu na plataforma de perfuração por dois dias enquanto uma gaiola especial foi construída para trazê-lo de volta à superfície.

Ele foi levado para uma clínica veterinária em Songkhla, sul da Tailândia, onde foi submetido a testes para verificar se sua saúde está de alguma forma debilitada.

Um dos trabalhadores da plataforma petrolífera disse que gostaria de adotá-lo se o dono dele não for encontrado.

O cachorro recebeu o nome de Boonrod, que em tailandês significa “fazer uma doação espiritual para dar sorte no futuro”.

Esta história, de certa forma milagrosa, rapidamente repercutiu online, e apesar de muitas pessoas oferecerem ajuda financeira, Vitisak Payalaw declarou que não aceitará qualquer tipo de doação.

Confira o vídeo do momento em que os trabalhadores encontraram o filhote:


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Escrito por Gabriel Pietro em exclusivo para o Portal do Animal

Estudante se torna ‘mamãe’ de um burrinho que só precisava de carinho
Exausto e de olhos lacrimejantes. Urso polar aparece em cidade na Sibéria
Jovem recebe visita “mágica” de pequena borboleta e comove as redes sociais
4 quadrinhos hilários explicando porque os gatos são melhores que os cachorros
Motorista perde o controlo e derruba 11 postes no interior de SP ao desviar de cachorro
Foto de cachorro abraçando seu amigo em abrigo viraliza e acaba salvando as suas vidas
Cachorro perdido pede ajuda em farmácia e recebe o melhor atendimento que podia imaginar
Cachorro abandonado com cadeirão e TV pensava que seu dono voltaria para pegar ele
Gato se esconde em carro e aparece no velório de dona que morreu em acidente de ônibus
Morreu Grumpy, o gato que inspirou milhões com seus memes na Internet
Gato estraga fones de ouvido, dono reclama, e ele volta com uma cobra como “substitutivo”
Gatinha recém-nascida não para de sorrir após ser resgatado das ruas