Cachorro surdo em abrigo não deixa seus cobertores por nada enquanto espera por um lar

ANÚNCIO
ANÚNCIO

A primeira coisa que as pessoas notam sobre Valcor ao passar pelo canil do abrigo é o número de cobertores que o cão jovem colocou lá dentro. Ao se aproximar do pit bull de 3 anos, você verá seus brilhantes olhos azuis e sua ânsia de dar beijos.

ANÚNCIO

Nascido surdo, Valcor encontrou conforto em todas as coisas suaves. E seus cobertores se tornaram ainda mais importantes desde que ele foi entregue ao abrigo Animal Friends of the Valleys (AFV) em Wildomar, Califórnia, durante o fim de semana do Dia de Ação de Graças no mês passado.

Quando Valcor foi deixado no abrigo, seu antigo dono avisou aos funcionários que o cachorro “precisava de cobertores perto dele em todos os momentos para poder mamar neles”. E, com certeza, assim que Valcor recebeu um cobertor, ele não precisou de ajuda para se deixar confortável.

ANÚNCIO

“Como ele não tem audição, parece que estar enrolado em seus cobertores (algo que ele faz sozinho) é reconfortante para ele”, disse Katie Menges do AFV. “Ele se enrola em seus cobertores e dorme como um bebê até que alguém toque nele ou ele decida que quer ir brincar.”

Valcor foi entregue ao abrigo depois que sua família teve um bebê. Seus antigos donos alegaram que tinham que deixá-lo, porque ele havia se tornado muito protetor de seu irmão humano mais novo, observou Menges, e estava tendo problemas territoriais com seu outro irmão canino.

ANÚNCIO

Os funcionários do abrigo inicialmente desconfiaram dessas tendências de proteção, mas logo perceberam que o cão surdo se dava bem com crianças e cães.

“Quando trouxemos cães diferentes para ele interagir para um ‘teste de cachorro’, ele se saiu muito bem”, disse Menges. “Ele faz alguns sons engraçados que os outros cães não entendem, mas isso também é muito comum em animais de estimação surdos”.

ANÚNCIO

Mas o momento favorito da semana de Valcor é quando ele recebe uma visita muito especial de um grupo de estudantes do ensino fundamental, que praticam suas habilidades de leitura com os animais de estimação do abrigo. A mudança é clara no comportamento do cachorro assim que as crianças chegam. De acordo com Menges, “ele se ilumina completamente quando as crianças estão por perto e adora dar beijos”.

Os funcionários esperam que o filhote resiliente encontre um lar amoroso em breve – preferivelmente um com crianças que estejam ansiosas para trabalhar com o cão na construção de entendimento mútuo. “Ele parece entender os movimentos da mão para ‘sentar’ e ‘vir aqui'”, disse Menges. “Então, uma família que esteja pronta para aprender a língua de sinais e uma maneira de se comunicar com esse doce garoto, que não pode ouvir, seria perfeita!”

Mais importante ainda, Valcor precisa de uma família que mantenha seus cobertores por perto para o resto de sua vida.

ATUALIZAÇÃO: Desde a publicação dessa matéria, Valcor encontrou seu lar para sempre com a professora da faculdade local, Kristeena Thaten, que também é surda. Valcor vai para casa hoje e não pode esperar para começar sua nova vida com sua mãe amorosa.

Valcor e sua nova mamãe, que o irá amar para sempre e lhe dar o conforto e carinho que merece!


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado

Tradução e adaptação por Portal do Animal, da matéria originalmente criada por The Dodo