ANÚNCIO

Quando a cadela Ellie foi resgatada, ela tinha muito receio até de se mover. A presença das pessoas – especialmente homens, – a deixava bastante assustada, resultado de alguma agressão que a cachorrinha foi vítima nas ruas.

No entanto, Kevin Smith, o homem que a resgatou, não desistiu de conquistar a confiança de Ellie e decidiu levá-la para casa.

ANÚNCIO

Graças à sua paciência, os esforços de Kevin foram recompensados. “No começo fiquei preocupado porque ela tinha pavor até de andar. Ellie ficava estática no chão, e você poderia facilmente dizer que ela passou por uma situação difícil no passado”, disse ele ao portal The Dodo. “Agora ela quer que todos a amem e a acariciem. Ela adora atenção. ”

Por cerca de um ano, Ellie desfrutou da sua família como ‘filha única’, até que a esposa de Kevin deu à luz um bebê.

ANÚNCIO

Leia também: Voluntários encontram cachorro de rua tremendo de frio em campo de neve na China

Apesar de estarem receosos de início sobre como seria a nova rotina familiar, as coisas logo se ajeitaram para a família Smith: afinal, Ellie adora sua irmãzinha mais nova.

ANÚNCIO

De fato, a cachorrinha é muito cuidadosa com a bebezinha. Kevin até brinca dizendo que Ellie virou a babá “em tempo integral” da pequena Paytyn, hoje com 5 meses de idade. Aonde quer que a bebê vá, a cadela não fica muito atrás.

“Você não pode levar Peytyn a qualquer lugar sem que Ellie a siga”, disse Kevin. “Você leva Peytyn para o trocador e Ellie fica lá certificando-se de que a bebê está bem … Ela apenas fica sentada ali e fica olhando para você. Você a pega para movê-la e ela está seguindo você.”

Essa super-proteção de início era meio chata, mas agora Kevin e sua esposa normalizaram a situação. Quer estejam jantando ou tomando banho enquanto assistem a babá eletrônica, Ellie vai ao quarto de Peytyn para dizer oi.

“Ellie mantém um olhar constante em Peytyn”, disse o dono. “Inclusive colocando a cabeça dentro do berço. Tudo para certificar-se que ela está bem”.

Peytyn se acostumou com a atenção constante de Ellie e aprendeu a acariciar sua cachorrinha com delicadeza. “Ellie está sempre sentada ao lado dela e põe a cabeça em sua perna, e Peytyn põe a mão na cabeça dela”, disse Kevin. “Peytyn aprendeu a acariciar e ser gentil com ela.”

A família Smith, que sempre amou a companhia de pit bulls, já pode se alegrar em saber que sua herdeira também carrega consigo o mesmo carinho pela raça.

Leia também: Mulher resgata cachorrinha de rua que encontrou em praia na Grécia e ajuda ela a ser adotada

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

Você pode gostar: