Quando problemas como incêndios e tragédias acometem a sociedade, os primeiros a prestar socorro são os bombeiros, que estão na linha de frente nessas horas, para os animais em apuros também são eles que trazem alívio e ajuda.

Diariamente diversos animais são resgatados ao redor do mundo por esses homens corajosos que não hesitam em ajudar, seja um gatinho preso em uma árvore ou filhotes presos em ralo, ou drenos de chuva.

E num desses incidentes, os bombeiros receberam uma chamada urgente para o resgate do que seria uma ninhada de filhotinhos indefesos de cachorro em um riacho. O bombeiro Brian Vaughan e sua equipe se dirigiram imediatamente para o local.

Depois de resgatar os “filhotes de cachorro” do perigo em que se encontravam e deixá-los em segurança começaram a examinar cuidadosamente um por um ao longo do caminho em que eram levados para a instituição Humane Society, localizada na região de Pikes Peak, onde receberiam outros cuidados, inclusive definir qual a raça deles.

Leia também: Filhotinho é encontrado com cabeça presa em plástico e em condições lastimáveis

Brian Vaughan e sua equipe de bombeiros se surpreenderam quando descobriram que não se tratava de filhotes de labrador pretos como desconfiavam. Ao final descobriram que se tratava de filhotes de raposa conhecidos como ‘Red Fox’, esses filhotes de raposa são muito semelhantes aos filhotes de cachorro e podem facilmente confundir o olho destreinado.

Após a descoberta, não havia outra alternativa a não ser retornar os filhotes de raposa de volta no ralo onde os encontraram, assim a mãe raposa poderia voltar e cuidar de seus bebês. Somente se a mãe raposa não retornar é que os filhotes serão levados para um centro de reabilitação licenciado para animais.

Leia também: Cachorro sorri de felicidade e gratidão ao receber a sua primeira caminha

Nem sempre filhotinhos livres na natureza são o que parecem!

Assista ao vídeo abaixo e acompanhe essa história incrível:


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado