Em meados de junho, um urso-negro grande e forte deixou os moradores de Alligator Point, na Flórida, nos Estados Unidos bastante assustados. O animal que pode alcançar 1,82 metros de altura e pesar de 181 kg a 272 kg apareceu na pequena cidade revirando as latas de lixo e, embora a presença desses animais sejam um tanto comum no local, vê-los é assustador.

Com medo, os moradores rapidamente trataram de ligar para o serviço de resgate animal

, para que ele fosse levado ao seu lugar de origem, bem longe da cidade.

Oficiais ambientais que prontamente atenderam o chamado, conseguiram atingir o urso com um dardo de tranquilizante, mas isso o deixou extremamente assustado e fez com que o animal corresse em direção ao mar.

O sedativo logo faria efeito, e o animal dentro da água poderia morrer afogado. Foi então que o biólogo da Comissão da Vida Selvagem, Adam Warwick

, estava no local decidiu agir rapidamente para salvar o animal.

É claro que isso não seria uma tarefa nada fácil – o animal era enorme e muito pesado

, mas ele estava decidido a salvá-lo a todo custo, mesmo que colocasse sua própria vida em risco. Mas, o que poderia ser uma tragédia, terminou bem. O urso permitiu que ele se aproximasse, como se soubesse que precisava de sua ajuda e ele conseguiu tirá-lo da água.

Após o resgate inusitado, o animal foi levado à Floresta Nacional de Osceola. Ao contrário do que se esperava, desta vez, não foi a presença do urso que ofereceu perigo à vida das pessoas, mas o contrário.

O bom foi que tudo terminou bem.