Após agredir brutalmente o próprio cão, “dono” ainda o tenta enterrar vivo…

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Infelizmente, a crueldade humana chega a limites que não conseguimos acreditar e os casos que surgem são tão absurdos que ainda nos chocam. E quando os casos de violência são praticados pelos próprios tutores dos animais, é ainda mais assustador.

ANÚNCIO

Em São Manuel, um município do interior do estado de São Paulo, um cachorro sem raça definida foi brutalmente espancado e quase enterrado vivo pelo seu próprio tutor.

O animal só não foi assassinado pelo homem por conta dos vizinhos, que viram o momento em que o tutor estava agredindo seu animal a pauladas dentro de sua casa e chamaram a Guarda Municipal.

ANÚNCIO

Uma equipe da Guarda Municipal foi enviada para onde o fato ocorreu, no Bairro Santa Helena, e lá encontraram o cachorro embrulhado em um pano dentro de um balde. Segundo informações dos oficiais, o animal estava prestes a ser enterrado no quintal do tutor, mesmo ainda estando vivo.

O animal estava tão ruim por conta da violência que tinha sofrido, que aparentava estar quase morto. Mas, felizmente os oficiais foram chamados e perceberam que o animal ainda estava vivo sim.

ANÚNCIO

O cão, que além de muito machucado na cabeça e no corpo estava também desidratado e desnutrido, foi resgatado e recebeu os primeiros socorros na Guarda Municipal, de onde foi posteriormente encaminhado para o Hospital Veterinário da Unesp, onde está recebendo tratamento especializado.

Quanto ao tutor que praticou violência contra o próprio animal, a Guarda Municipal informou que o homem disse que sua intenção com as pauladas era sacrificar o cão, que estava com carrapatos e sarna.

ANÚNCIO

O homem foi encaminhado para a delegacia, porém vai responder por maus-tratos em liberdade.